top of page

Malva do reino

Estudos realizados com o extrato das flores e folhas da Malva sylvestris comprovaram que esta planta serve como um valioso remédio para a tosse e doença inflamatória das membranas mucosas e a atividade biológica desta planta pode ser atribuído aos antioxidantes, tais como polifenóis, vitamima C, vitamina E, betacaroteno, taninos e óleos essenciais e outros fitoquímicos identificados como os principais constituintes flavonóides da Malva sylvetris. M. sylvestris também é mencionada na literatura para cistite, como diurética, além de auxiliar no tratamento de feridas infeccionadas. A ação farmacológica desta planta encontrada pelo autor é antibacteriana e antiinflamatória e ainda de acordo com esse estudo não foi encontrada na literatura nenhuma referência com relação a citotoxicidade da M. sylvestris.
Annona muricata.jpg

Para informações na integra, confira as referências a baixo.

GIOMBELLI, Letícia Fernanda; HORN, Ariane C.; COLACITE, Jean. Perfil fitoquímico e atividade antimicrobiana das folhas de Malva sylvestris (Malvaceae). Revista de Biologia e Saúde da UNISEP, v. 5, n. 2, p. 17-22, 2012.

bottom of page